phthorimaea operculella
traça da batatinha / Phthorimaea operculella

Ovo: Pode colocar ovos tanto nas folhas das plantas quanto nos tubérculos, no campo ou nos depósitos. Durante sua vida, cada fêmea pode colocar em média 300 ovos. Esses são de coloração branca, lisos e globosos.

Lagarta: Após a eclosão, as lagartas penetram nos tubérculos e nas folhas, minando-as. Completamente desenvolvidas medem cerca de 12 mm de comprimento; sua coloração é branca, sendo a parte dorsal ligeiramente rosada; a cabeça, o protórax e o penúltimo segmento abdominal apresentam manchas escuras. O período larval tem duração de 12 a 14 dias.

Pupa: Findo o período larval, as lagartas abandonam as plantas ou os tubérculos e dirigem-se para um local apropriado, onde tecem casulo com fios de seda, transformando-se em pupa. O período pupal dura de 15 a 20 dias, emergindo em seguida, o adulto.

Adulto: A mariposa é de coloração geral acinzentada, medindo cerca de 10 a 12 mm de envergadura. As asas anteriores são de coloração cinza, mais escuras que as posteriores e com manchas pretas irregulares.

Danos e Prejuízos

P. operculella é um inseto oligófago, hospedeiro de fumo, tomate, berinjela, pimentão e outras solanáceas, e uma das principais pragas da batata. É uma praga bastante prejudicial a esta cultura; inicialmente prejudica as folhas e, posteriormente, quando estas e os ramos começam a secar, ataca os tubérculos, onde produzem galerias que podem destruí-los totalmente. Seus danos continuam após o transporte dos tubérculos aos depósitos, onde a praga continua seu desenvolvimento. A praga ocorre em todas as épocas de plantio da batata.