bonagota cranaodes
lagarta enroladeira / Bonagota cranaodes

Ovo: As posturas são feitas na superfície superior das folhas, em grupos de 40 ovos, cobertos por uma massa gelatinosa clara. Cada fêmea coloca em média 230 ovos.

Lagarta: As lagartas são de coloração creme, apresentam 5 ínstares, com 10mm no máximo desenvolvimento, e danificam frutos em fase de maturação. A coloração das lagartas pode variar, sendo comum tons que vão do verde claro até o branco ou marrom esbranquiçado. Logo após a eclosão, as lagartas passam para a superfície inferior das folhas, instalando-se próximo à nervura principal, onde produzem galerias.

Pupa: As crisálidas apresentam inicialmente coloração esverdeada, a qual se altera gradativamente até o marrom escuro próximo à emergência dos adultos.

Adulto: Os adultos têm cerca de 10mm de envergadura, são pardo-acinzentados, com duas manchas mais claras nas asas anteriores, as asas posteriores são cinza claro, franjadas nos bordos anal e apical. e vivem em torno de 20 dias. O ciclo de vida completo (a 25ºC) é de 50 dias.

Danos e Prejuízos

A largarta-enroladeira é uma das principais pragas da maçã no sul do Brasil e Uruguai. Está presente durante todo o ano com diferentes densidades populacionais, levando a diversas aplicações de inseticidas.

As lagartas danificam tanto as folhas quanto os frutos. O dano às folhas geralmente é de pouca expressão econômica, e nem justificaria controle. As lagartas tecem teias com as quais enrolam e juntam folhas umas às outras, ou aos ramos e mesmo aos frutos, ficando protegidas mesmo quando se alimentam das paredes contíguas das folhas. No outono fica evidente a presença das lagartas ou de sua ação, pois as folhas aderidas aos ramos não caem.

Os frutos atacados perdem o valor comercial, pois as lagartas ao se alimentarem da casca, causam lesões superficiais que comprometem a aparência do produto. As lagartas se instalam preferencialmente na região peduncular, ou no ponto de contato entre frutos ou entre folhas e frutos.