produto2
Bio Fruit

Praga-alvo: Moscas-das-frutas (Anastrepha spp., Ceratitis capitata)

Cultura: Citros, goiaba, manga, mamão, pêssego, maçã, nêspera, pitanga, acerola e outras atacadas pela mosca-das-frutas

Classe de uso: atrativo alimentar (proteína hidrolisada)

Apresentação: concentrado líquido em garrafas, baldes ou tambores.

Finalidade: utilizado como isca tóxica, em mistura com calda inseticida.

Comercialização: Galão de 1L, Galão de 5Lts, Bombonas de 20 lts, Bombonas de 50 lts, Tambores de 200 lts.

Modo de Usar

Preparação: Diluir o produto de 3 a 5% em água e misturado com o inseticida.

Dose: 75 a 100 ml da calda tóxica por planta, através do sistema de “borrifação”. O jato direto deve ser direcionado à galhada interna da planta (formando gotas grossas). A aplicação deve ser realizada em linhas alternadas, semanalmente, não sendo necessária a aplicação em área total.
Porém também pode ser feita via aérea.
Em áreas de bordadura paralelas a mata nativa, recomendamos realizar a pulverização nas primeiras 3 ou 4
linhas de plantio afim de se formar uma barreira de atrativo impedindo a migração da praga para a áreas internas do pomar. Só assim intercalar as subseqüentes.

Avaliação

Instalar armadilhas McPhail com atrativo alimentar Bio Anastrepha para monitorar a presença de moscas do gênero Anastrepha e Ceratitis capitata na cultura.
Instalar armadilhas Jackson com atrativo sexual Bio Trimedlure para monitorar a presença de moscas da espécie Ceratitis capitata na cultura.

NÃO SE DEVE PULVERIZAR O LÍQUIDO PURO NO CAMPO